01 dezembro 2015

Dia Mundial de Luta Contra a AIDS

Mensagem do dia



Tipos de chapinha e as suas funções

Para conseguir aquele efeito liso no cabelo, as pessoas aderiram a chapinha, também conhecida como piastra.
O desejo de alisar os cabelos vem de muitos tempos atrás, desde dos tempos dos faraós.
#Pharaoh, #queen, #slave, #egyptians, #Egypt:
Antigamente as pessoas usavam para alisar o cabelo a banha de porco, sebo e o óleo de peixe. Naquele tempo acho que deixava o cabelo bem fedidinho...kkkk
No século XVIII, lavava-se os cabelos com éter e ácido sulfúrico diluído em água. Que com certeza não era nada saudável.

Já no século XIX, as pessoas alisavam os cabelos com a ação do calor, usando toalhas molhadas em água fervente e barras de ferro aquecidas com carvão.


No século XX, foi descoberto que a temperatura de 100C° fazia com que o hidrogênio que está presente nos fios evaporasse, deixando um aspecto liso nos cabelos. Depois disso foram surgindo várias engenhocas e protótipos.

Em 1906 foi criado um protótipo, um pente elétrico, pelo engenheiro americano Simon E. Monroe. Após três anos, o também engenheiro Isaak K. Shero teve a  brilhante ideia do flat ion, um modelo de chapinha conhecida hoje, que na época era aquecida em fogareiros.

Segundo alguns pesquisadores, esse aparelho tinha o formato de uma pinça gigante, era aquecido no fogareiro e as mulheres tentavam alcançar a temperatura adequada para deixar os cabelos com efeito liso. Imagina só o trabalho que dava...


Na década de 80 surgiram as chapinhas elétricas. Tornando-se uma febre entre as mulheres com poder aquisitivo mais alto na época.

Hoje em dia pode ser adquirida com mais facilidade por qualquer classe social, pela sua variedade de preços e qualidade que existem no mercado.


Tipos de chapinhas:


Cerâmica
Libera raios infravermelhos que penetram nos fios com maior frequência, evitando o ressecamento e maiores danos ao fio. 
Sua temperatura é estável e proporciona um alisamento mais fácil. Dando um efeito chapado sem precisar passar várias vezes na mesma mecha e o melhor  de tudo, sem agredir os fios.
Aumenta a durabilidade do penteado.

Íons
Possui a função de quebrar as moléculas em finas partículas, possibilitando a penetração nas cutículas abertas dos fios, mantendo a hidratação natural, energizando e neutralizando a eletricidade dos cabelos de dentro para fora. 
Garantindo que os cabelos fiquem mais sedosos, brilhante e sem o efeito arrepiado.
Infravermelho
Penetra na fibra capilar através de ondas infravermelhas fechando as cutículas com maior eficiência.
Esse processo movimenta as partículas de água ajudando a desintoxicar os fios.
O infravermelho garante os fios mais bonitos, sedosos, macios e com acabamento liso. Principalmente para quem tem química nos fios, como a escova progressiva tem os fios mais delicados.
Turmalina
É uma camada de mineral que quando aplicado nos fios, sela as cutículas deixando-o liso, com brilho e sem frizz.
Quando os íons negativos entram em contato com as cargas positivas dos cabelos, neutraliza a sua eletricidade. Ou seja, diminui a eletricidade estática dos fios.
Esse tipo de chapinha é recomendado para quem possui o cabelo muito ressecado ou com química, pois deixa os cabelos mais brilhantes e macios. 
 
Nanotecnologia de titânio
Geralmente é o mais leve do que os outros tipos de chapinha.
É a função mais eficiente para os aparelhos, o titânio é um eficiente condutor de calor, que mantém uma temperatura estável, garantindo a proteção para os fios.
Ajuda a combater os radicais livres, fungos e bactérias, garantindo a higienização e proteção aos fios.
Safira
Possui uma superfície mais lisa e proporciona um deslize melhor e mais suave, com menos atrito.
LED ou Light Emitting Diode
É uma luz azul fria que ajuda a restaurar os danos e a potencializar o brilho dos cabelos.
Serve também para turbinar as hidratações e queratinizações e acelerar o tempo de pausa nas colorações.

Deve-se ter cuidado ao uso excessivo de chapinha, pode prejudicar os cabelos, enfraquecendo-os. 
O ideal seria utilizar no máximo duas vezes por semana, a uma temperatura de 140C°.